Garuda Linux. Performance fantástica

Sou utilizador de Linux há mais de 15 anos. Durante os primeiros 5 anos deixei-me ficar no conforto da base Ubuntu, mas depois disso comecei a viajar para as profundezas do Gnu/Linux. Durante estes últimos 10 anos tive várias distribuições de escolha (juntamente com muita distrohopping): PCLinuxOS, openSUSE, Fedora e, especialmente, Debian e Solus.

Solus foi durante alguns anos a distribuição Linux que mais me fez sorrir, mas após a partida do seu fundador Solus perdeu algum brilho e deixou de ser a distribuição refrescante que era nos primeiros anos. Por isso voltei ao Debian, intercalado com o Fedora. Depois, há um ano atrás, dei novamente uma oportunidade ao Arch Linux e foi aí que fiquei. Há quase duas semanas tentei o Garuda Linux, uma distribuição baseada em Arch que me impressionou tanto que agora é o meu condutor diário.

Graças ao kernel zen e a alguns extras, o Garuda Linux oferece um desempenho espantoso. Não uso a versão Dr460nizada porque acho que tem demasiado bloatware, por isso uso a edição KDE Multimedia. Estou impressionado com a fluidez do sistema operativo. Também adoro a configuração do KDE que a distro entrega fora da caixa.

Esta será provavelmente uma parceria a manter durante muito tempo. 🙂

Subscreva
Notificação de
guest
0 Comentários
Feedback inline
Ver todos os comentários
0
Adoraria saber a sua opinião, por favor, comente. x
()
x